sexta-feira, 29 de julho de 2011

4+1 e a sensação de derrota

Esse foi o número de horas que a gente dormiu essa noite. Theo dorme cedo, às 18h30 (e sempre acordou apenas uma vez para mamar). Ontem ele acordou às 21h e o Luiz deu uma mamadeira. Dormiu e acordou novamente às 23h. Só conseguimos acalmá-lo e colocá-lo no berço 00h.

Ufa, conseguimos dormir... até 04h. Mamou, fez cocô (virou praxe essa hora. Óootemo!) e nada de dormir.

Lá fui eu fazer chá de camomila e nada. Nem a passiflora que a pediatra receitou está adiantando. E... adivinhem a minha derrota?? Apelei para nossa velha amiga funchicórea, tamanho era o meu desespero.

Fiquei arrasada, mas precisava apelar para alguma coisa, já que para os santos não estava adiantando.
Eu sei que ele só dormiu às 05h. E acordou às 06h pra fazer a barba com o Papai. Um fofo! :-[

Agora todos comigo, uma corrente para esta noite:

Ave Maria cheia de graça... Pai Nosso que estás no céu... O Senhor é meu Pastor... Santo Anjo do Senhor, meu zeloso guardador...Ommmmmm...

Vale tudo, minha gente! Vamos nos unir nessa corrente! Pelamordedeus!!!!!!

quinta-feira, 28 de julho de 2011

Nosso passeio de todo dia...

... é na praia de Ponta Negra, com esse visual do Morro do Careca ao fundo.

As pedras portuguesas, as ladeiras e as calçadas esburacadas não ajudam muito, mas o visual compensa, não é verdade? Sem falar no calorzinho ameno dessa época, o vento fresco... se não fosse a saudade, ficaria por aqui! rs  #será?



PS: Re, mãe da Manu, não estou conseguindo comentar no seu blog há séculos!
PS2: Dri, Clarice, muito obrigada pela ajuda sobre as papinhas!

quarta-feira, 27 de julho de 2011

Dias difíceis

Os dias aqui têm sido difíceis. Só não têm sido tão arrastados porque tenho saído com o Theo pela manhã e à tarde, mas está difícil.

O Theo está dormindo mal, acorda às 04h30 e não quer mais dormir. Acredito que seja o dentinho que já está despontando. Estou um bagaço humano.

Pra completar, apareceu uma alergia na barriga e nas costas. Liguei pro pediatra no Rio e ele achou melhor que ele fosse examinado aqui. Pra quê? Fiquei desesperada, porque além de não conhecer nenhum médico ainda, estou sozinha aqui e nesse dia o marido estava no mar.

A minha sorte foi a esposa de um amigo do Luiz que já está aqui há mais tempo e conhece pessoas no Hospital Naval. Lá não tem emergência, temos que pegar encaminhamento e ir para outro lugar. Imaginem eu sozinha com o Theo, nervosa (e ainda estava tonta de tanta enxaqueca nesse dia) e sem carro, tendo que andar pra cima e pra baixo de taxi? Mas alguém olhou pra mim e tinha uma pediatra lá nesse dia e consegui ser atendida lá mesmo. Ufa!

Theo não tem nada, só uma alergia que pode ser pelo "excesso de novidades": introdução da alimentação, clima mais quente, berço novo, saudade da família que estava sempre perto, dentes nascendo... enfim, muita coisa ao mesmo tempo para um pequenino ser.

Ela receitou um anti-alérgico e também um calmante natural à base de passiflora. A culpa foi grande, mas foi preciso. Ele tem dormido um pouco melhor, graças a Deus. Também lancei mão do Nenê Dent e depois da Camomilina C. Tem ajudado bastante.

Em relação à papinha, mais culpa. Resolvi tentar a papinha da Nestle e ele adorou, comeu tudo. Minha comida devia estar muito ruim mesmo. Sinto tanta culpa por dar papinha artificial pra ele, mas infelizmente no momento é o que me tem sido mais acessível. :(

Bom, felizmente a Gol fez uma promoção bem no momento em que o Luiz irá fazer sua primeira viagem. Vou dar um pulinho no Rio. Preciso matar a saudade que tá me matando. Estou me sentindo muito sozinha aqui... preciso que o tempo passe rápido ou eu me adapte de uma vez. Acho que isso pode melhorar quando formos pra nossa "casa definitiva".

Tomara...

terça-feira, 26 de julho de 2011

Parabéns, Vovós!

Ah.... os avós... sorte de quem os tem. Mais sorte ainda dos netos que podem disfrutar da sua presença, da sua companhia, da sua educação açucarada, dos seus carinhos, da sua bagunça, dos seus cuidados e da sua dedicação.

Eu fui criada pela minha avó materna, a Bisa Lélia. Cheguei a morar com ela e meu avô por duas vezes durante minha adolescência rebelde. Que delícia de fase! E que saudade! Tempo bom aquele... saudade dos nossos papos na cozinha, dos conselhos de calma e pensamento positivo. E vejam vocês... meus dias têm sido tão difíceis aqui em Natal que minha avó se ofereceu para vir sozinha de avião pra cá e me ajudar. Que linda, né!? Bem que eu queria aceitar... rs

Meu avô materno se foi há 11 anos, era meu pediatra, era como meu pai... era o meu  Voveco. Como aperta pensar nessa saudade. Com meus avós paternos convivi pouco; minha avó faleceu quando eu ainda era bem menina, mas com avô pude conviver mais alguns bons anos quando subia a serra e ia curtir Miguel Pereira.

E hoje, aos 30 anos, pude dar à minha mãe a oportunidade de sentir essa sensação de ser avó. E como ela curte essa "função". O Theo é apaixonado por ela, e sente muita saudade dela. Pra amenizar a distância, mostramos uma foto grandona dela diariamente pra ele, e eles ainda conversam por telefone. Um graça de se ver, ele quase come o telefone, quer pegar... impressionante!

Então, aproveito o dia de hoje (apesar de já ter falado com minha mãe e me esquecido! Aff!) para homenagear minha linda avó Lélia e minha mãe Sônia, por aproveitarem e desempenharem tão bem o papel de avó.

Feliz Dia da Vovó e do Vovô para todos que receberam esse presente de Deus! Curtam muito seus netos, pois eles crescem rápido e o tempo não volta!

Beijos! Saudades imensas! :(

Mãe, vó... AMO MUITO VOCÊS!

quinta-feira, 21 de julho de 2011

Papinha salgada - a saga vai começar

Hoje tentei começar com a papinha salgada. Cozinhei cenoura, batata, chuchu e amassei. Não quis passar no liquidificador para que o Theo já possa ir se acostumando com os pedaços. Conheço um caso de uma criança que aos 2 anos só come coisa líquida, e os pais, desesperados para que a criança se alimente, chegam a dar o alimento em seringas. Uma tristeza.

Mas o fato é que o Theo rejeitou, fez uma cara de nojo horrível e não comeu nada.

Depois, pensando bem, acho que não escolhi um bom dia para começar. Hoje ele tomou a vacina dos 6 meses e ficou muito enjoadinho, reclamando o tempo todo. Chegou a dormir 1 hora no meu colo... quando eu tentava levantar do sofá para colocá-lo no berço ele chorava.

Eu espero que tenha sido por isso e que ele goste da comida salgada, assim como ele gosta das frutas. Tenho uma preocupação muito grande com isso e gostaria muito que ele fosse bom de boca, diferente de mim que não como arroz, por exemplo.

Está sendo o maior desafio pra mim fazer a comida no apê em que estamos. O espaço é muuuito pequeno, não tenho como armazenar muita coisa... enfim, tô me esforçando para que ele comece logo. O pediatra tinha indicado 4 tipos de legumes variados e mais carne magra, só que nem faca de cozinha eu tenho ainda, então fiz só de legumes mesmo. E mesmo assim a abóbora ficou de fora, porque sua dureza é covardia com a faca que eu tenho aqui. E eu não me lembrei disso na hora de comprar. :(

Alguém aí tem alguma dica pra me dar ou experiência para contar desse processo?

Encarecida.

Primeiros momentos em Natal

Conhecendo o artesanato local











Festa Julina - Arraiá Navá


Almoçando no Mangai


Fazendo bagunça com a Vovozela



quarta-feira, 20 de julho de 2011

Theo aos 6 meses!

Nosso bebê que ontem nasceu está completando 6 meses hoje. Como voa, meu Deus. Mas ultimamente até tenho pedido para o tempo andar um pouquinho mais rápido, sabe. O Theo está em uma fase que só quer saber de colo, colo, colo.

É uma delícia, claro, e nos divertimos muito, fazemos muita bagunça quando o pego no colo, mas não consigo fazer quase nada muita coisa, e ver tudo se acumulando me tira um pouco do sério. E como as sonecas dele geralmente são curtas, de 30 minutos, sobra pra noite, quando minhas energias já se foram.

Mas sei que daqui a pouco ele só vai querer saber de chão e não vai parar um minuto no colo, então estou curtindo, apesar do cansaço.

Novidades dos 6 meses:

- Precisamos encontrar uma pediatra em Natal por isso não sei ainda quanto ele está medindo e pesando. Mas já pegamos algumas indicações e logo marcaremos consulta.

- Está muuuito risonho e simpático. Outro dia, vejam vocês, sorriu para um mendigo que mexeu com ele na rua. Posso com isso?

- Viajou de avião pela segunda vez e se comportou muito bem. Desta vez a viagem foi para Natal, onde moraremos por 1 ano.

- É impressionante como ele evolui na fala e na sapequice quando minha mãe, a Vovozela, está perto. Ele fica falante, tagarela e muito danadinho. No domingo ele chegou a gargalhar dormindo... essa foi novidade. Devia estar sonhando com a minha mãe.

- Está quase sentando, acho que falta bem pouco mesmo.

- Tivemos que suspender as frutas por uma semana por causa de assadura no bumbum, mas já retornei. Não vejo a hora de me estabelecer direito aqui para poder implementar a papinha salgada e voltar com os sucos e ver se ele dorme a noite toda pelamordedeus

- Já consegue comer os dois pés ao mesmo tempo. O auge da fofurice! rs

- Ama banho de paixão e molha tudo e todos.

- Aprendeu a bater na mesa, na água... valeu, mãe!

- Adorou o berço novo, tipo camping, e faz a maior bagunça nele também.

- Está sofrendo com o calor que faz aqui. O bebê conforto fica molhadinho de tanto que ele sua na cabeça.

- Usou filtro solar pela primeira vez.

- Comeu pêra pela primeira vez e gostou, só não curtiu muito o suco.

- Já ficou conhecido nas duas feirinhas de artesanato que fomos e na padaria, tamanha sua simpatia. Outro dia a venderora até falou: " Oi, Theo, você tá aqui de novo, é?" #amey

- Fica secando nossa comida quando a gente está comendo. Dá uma peninha...

- Está chorando mais alto e dá uns gritinhos.

- Está muito carinhoso e já dá uns beijos babados e abraços gostosos. Que coisa deliciosa!

terça-feira, 19 de julho de 2011

Um Comandante pra chamar de nosso

Dia 15 de julho foi um dia muito importante para nossa família, o dia em que o Papai do Theo assumiu a maior responsabilidade da sua carreira. Uma missão que nos enche de orgulho.

E lá estávamos nós para prestigiá-lo: eu, Theo, Vovozela, Bisa Lélia e meu sogro Luiz.

Foi um momento emocionante e não poderia deixar de registrá-lo aqui, afinal, Theozinho estava lá e se comportou muito bem. Destaque para seu modelito social, que fez o maior sucesso!

Amor, desejamos que a sua estrela brilhe muito nessa nova etapa da sua vida e na vida da nossa família também!




Quer saber mais sobre esse dia? Passa lá no Cariocando por aí!

Um passeio em Ponta Negra + uma dose de paciência+ muito filtro solar

Hoje acordei mais disposta... tenho andado um bagaço. Muita arrumação e pouco sono. Aqui em Natal às 05h da matina já está claro. #cruel

O Theo tem acordado muito nesse horário e depois não quer saber de dormir. Mas hoje resolvi levantar logo, tomei café com o Lu (raro) e depois partimos pra rua.

Queria aproveitar o solzinho que saiu depois de vários dias nublados e chuvosos. Já pegamos um senhor temporal aqui... digno de Rio de Janeiro, com ruas muito alagadas, crateras imensas e congestionamento a la São Paulo. Nesse dia, inclusive, meu sogro quase perdeu o ônibus de volta para Maceió, tamanho era o engarrafamento.

Mas hoje fomos passear em Ponta Negra. Não desci até a orla porque é um "perto longe". Natal é cheio de subidas e descidas, os braços chegam a ficar cansados de empurrar o carrinho. É um desafio muuuuito grande usá-lo aqui. Ruas muito esburacadas, calçadas idem e cheias de lixo, vááários degraus e muito paralelepípedo (quase que não sai). Preciso urgente de um carrinho novo, daqueles com rodas de bicicleta. Já estamos estudando essa possibilidade. Aí ninguém nos segura! Nem o próximo buraco!

Aqui existem faixas de pedestres sem sinal, então os motoristas páram quando tem gente para atravessar. Bem avançado isso e pelo que tenho visto, funciona. Mas reparem no desafio. Como pode um cadeirante ou uma mãe com carrinho de bebê atravessar esta avenida? Socorroooooo!!


E aqui o Theozinho usando filtro solar pela primeira vez. Usamos Bioderma Kid fator 50, uma amostra que ganhei da minha dermato para experimentar. Gostei, o difícil foi ele deixar passar, mas consegui!

quarta-feira, 13 de julho de 2011

Cariocando por aí - Convite!

Queridos leitores!

Vocês que me acompanham e acompanham as novidades da nossa família, sabem o quanto eu amo viajar e escrever.

Sempre pensei em compartilhar nossas experiências de viagem com mais gente. Então resolvi aproveitar nossa oportunidade de morar por um ano em outra cidade para colocar a ideia do blog em prática.

Gostaria de convidar vocês para conhecerem nosso novo espaço: o Cariocando por aí.

O blog do Theozinho continuará sendo atualizado, viu?!

Não percam as novidades e aventuras da nossa família!

Esperamos vocês lá!

terça-feira, 12 de julho de 2011

Chegamos bem!

Finalmente consegui dar notícias! Chegamos bem em Natal. A viagem foi ótima, rápida e rasteira. Theo só reclamou antes da decolagem porque já estava com fome e eu estava enrolando para só dar a mamadeira na hora da subida, truque básico para evitar a pressão no ouvido. É chato, mas por uma boa causa.

No resto do voo, foi tudo tranquilo. Theo fez o maior sucesso rindo pra todo mundo. Dormiu, acordou e, como Murphy me ama, Theo que estava sem fazer caquinha há 2 dias resolveu fazer duas vezes durante o voo. Que beleza! Ainda bem que minha mãe estava junto para me ajudar (minha vó também!). E por sorte o banheiro da Gol tem trocador. Os comissários também foram atenciosos.

Ah... e uma coisa eu aprendi de vez: bebê conforto na aeronave só serve pra atrapalhar. Theo agora vai no colo ou no canguru.

Papai estava esperando a gente no aeroporto. Foi engraçada a reação do Theo. Ele olhou o Lu e desviou olhar, não encarava o Pai, como quem diz: "ei, cara, quem você pensa que é? Me abandona e depois reaparece cheio de sorrisos. Não vou ceder tão fácil não". Depois foi uma farra só, mas que ele ficou ressabiado, ficou. Como pode, né?

Outra coisa: não quero que vocês "aí do sul" morram de inveja, longe disso, mas aqui tá tão quentinho!!! Theo ficou só de fralda ontem à tarde e já começou a sofrer com o calor da terrinha. Imagina o verão...

Mas estamos felizes. Por enquanto ainda estamos em um apêrtamento provisório, até que a nossa casa "oficial" seja desocupada. Estamos morando em Ponta Negra, em frente a uma padaria maravilhosa (#amo) e atrás do Vilarte, um centro de artesanatos (#amomaisainda).  

Até domingo Vovozela e Bisa Lélia estarão aqui nos fazendo companhia. Depois a saudade vai apertar feio... mas vamo que vamo!

domingo, 10 de julho de 2011

Fui ali conhecer Natal...

... e já volto! Não deixem de acompanhar nossas aventuras na Terra do Sol!

sábado, 9 de julho de 2011

O valor de 1 minuto

O valor de 1 minuto

(desconheço o autor)

"Para entender o valor de um ano, pergunte a um estudante que não passou nos exames finais.

Para entender o valor de um mês, pergunte a uma mãe que teve um filho prematuro.

Para entender o valor de uma semana, pergunte ao editor de uma revista semanal.

Para entender o valor de uma hora, pergunte aos apaixonados que estão esperando o momento do encontro.

Para entender o valor de um minuto, pergunte a uma pessoa que perdeu o trem, ônibus ou avião.

Para entender o valor de um segundo, pergunte a uma pessoa que sobreviveu a um acidente.

Para entender o valor de um milisegundo, pergunte a uma pessoa que ganhou uma medalha de prata nas Olimpíadas.

O tempo não espera por ninguém.

Valorize cada momento de sua vida.

Você irá apreciá-los ainda mais se puder dividí-los com alguém especial."

Para entender o valor de 1 ano, fique longe de quem você ama. Um ano nunca passará rápido para os que amam e sentem saudade.

Até a volta, Rio!



Parabéns, Bisa Lélia!

Hoje a Bisa Lélia faz aniversário... 85 aninhos! Cheia de gás, de saúde... não tenho metade da energia e da disposição que ela tem. 

E ela está numa alegria tão grande de poder curtir o primeiro bisnetinho que dá gosto de ver. Emociona. E ela que nunca acreditou que "chegaria lá". Imagina... ele AMA dormir no colinho dela. Tem vezes que só ela consegue... deve ter açúcar ali mesmo!

E as unhas vermelhas? O Theo adora! Não tira os olhos.

Bisa, nós te amamos muito! Muito obrigada, vó, por tudo o que você foi e é pra mim, por tudo que você é para o Theo e, principalmente, por tudo o que você fez e faz por nós!

Obrigada por nos fazer companhia nos nossos últimos dias aqui no Rio! Vamos morrer de saudades!

Te amamos muitão! Logo logo o Theo vai poder falar isso pra você, mas eu já me antecipo, porque está nos olhos e no sorriso dele esse sentimento por você!

Vai lá visitar a gente, hein?!


sexta-feira, 8 de julho de 2011

Aposentadoria por tempo de serviço

Com 5 meses e meio, tivemos duas baixas aqui em casa.

A primeira foi o rolinho de dormir. O Theo está crescendo e agora só quer saber de zonear o berço. Mal acorda, olho na babá eletrônica e lá está ele de bruços. Com o rolinho, muitas vezes ficava difícil pra ele conseguir voltar para o lugar, de barriga pra cima. Papai achou melhor, eu ainda resisti, talvez porque no fundo não queria reconhecer que o baby está crescendo. Mas acabei cedendo. :-(

A outra baixa foi a da nossa querida amiga Funchicórea. Do nada me deu um estalo e resolvi que já era hora de parar. Estamos em abstinência total há 6 dias. Estou orgulhosa de mim, porque vamos combinar, eita bicho bom aquele!! rs



Theozinho bagunceiro
Dia desses o Theo acordou na madruga, mamou e desandou a chorar, das 03h30 às 04h20. Eu sozinha em casa, sem saber mais o que fazer, semi-desesperada haha. Mas resisti bravamente e não recorri à nossa amiga. Fiquei orgulhosa! 

Estamos crescendo e temos que dar um passo à frente. Então, adeus rolinho, adeus funchicórea! Vamos sentir saudades! Até o próximo baby!!! haha

Cine Materna - despedida!

Já que a semana é de despedidas (até da internet, que vão desligar hoje!), aproveitei a última sessão do Cine Materna, pois em Natal ainda não tem.

Nossa companhia desta vez foi a Bisa Lélia e assistimos "Qualquer gato vira lata", com a Cleo Pires e o Malvino Salvador. É engraçadinho!

Theo ficou bem comportado durante quase todo o filme. Ficou todo curioso assistindo do meu colo.
Na hora do soninho aquele estressezinho básico, mas foi rápido e ele logo apagou.

Sou fã do Cine Materna!

quinta-feira, 7 de julho de 2011

Visitas de despedida

Esta semana recebemos duas visitas de despedida: meus padrinhos Deco e Lêda e meu primo Alê, e meu pai, que desceu a serra pra passar frio no Rio.

Theo curtiu bastante o Vovô Zé Carlos, aproveitou muito seu colinho e adorou o bigodón! Ha! Morria de rir!
Na hora do tchau, aquele nó na garganta básico. :-(


Experimente piscar os olhos...



Sinceramente? Acho que vou pagar todos os meus pecados com esse meu filho levado e arteiro. Vó, me desculpa????????????? Tô com medo!!!!!

segunda-feira, 4 de julho de 2011

Tá chegando a hora...

Estava ali fazendo o Theo dormir e de repente comecei a chorar. Estava olhando o quartinho dele, que a gente preparou ao longo de meses com tanto carinho. Olhei as roupinhas de frio que vou ter que deixar no armário. Aí pensei na nossa casinha, na nossa vida aqui no Rio, na família que fica, em tudo o que a gente vai deixar "pra trás" por 1 ano. 

Eu como canceriana até o último fio de cabelo sou muito apegada à minha casa e à minha família, principalmente à minha mãe linda e à minha vozinha querida. Lógico que os outros familiares também farão muuita falta, além dos amigos, mas como estão mais distantes pela correria do dia a dia, a gente se acostuma mais facilmente, acredito.

O Lu foi hoje pra Natal. Foi correr atrás da nossa casinha que a Marinha ainda não deu e amanhã já começam seus compromissos de trabalho.

E esta semana é a minha última aqui no Rio. Semana de despedidas, de correria, de muitas malas, muita arrumação, e pouco tempo. Eu me considero uma pessoa adaptável, tenho uma certa facilidade para fazer amizades... acho que vou conseguir me dar bem lá. 

Mas vou morrer de saudades de tudo que deixo aqui. Tudo e todos.

Ou será que teremos um futuro ginasta?


sábado, 2 de julho de 2011

Lavamos a Ferrari do Theo!

Quando eu ainda estava grávida, entrei no Shopping Barra Square e recebi um daqueles panfletinhos de lavagem de carro. Eu detesto essa papelada que a gente ganha na rua e geralmente não tem utilidade, mas uma coisa me chamou a atenção nesse papel: um serviço de lavagem de carrinhos de bebê.

Achei muito legal o serviço porque nunca tinha visto nada igual (me desculpem se não é novidade pra vocês! rs). E como eu desastrada já derramei refrigerante e funchicória no carrinho dele e, assim que ele estiver sentando, vai usar menos o bebê conforto e passar a usar mais essa parte (que senta), achei melhor dar uma "higienizada", como eles chamam.

Aí esses dias deixamos o carrinho lá pra levar aquele brilho digno de Ferrari. Adorei o serviço e realmente fica com cheirinho de carro novo. A única coisa chata é que eles só entregam no dia seguinte, então tem que se programar para quando não for precisar do carrinho e preparar o muque.
Theo dormindo na Ferrari no niver da Vovozela

DryWash - Shopping Barra Square (21) 7842-1256
www.drywash.com.br
A lavagem do carrinho custou R$ 80,00. Se for lavar o bebê conforto também, o valor total é R$ 120,00. E essa empresa existe em vários Estados do Brasil, é só checar no site.

sexta-feira, 1 de julho de 2011

5 anos de casório!

Hoje eu e Luiz fazemos 5 anos de casados! Quanta coisa a gente já viveu nesse tempo... mas a melhor de todas as experiências foi a chegada do nosso Theo! O nosso melhor presente!

Que venham muitos outros anos pra gente celebrar e ser feliz!

Marido, te amo muito!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...